top of page

50 ANOS DE PARCERIA ENTRE BRASIL E CHINA



O crescimento do comércio bilateral ao longo das décadas


Ao longo dos últimos 50 anos, Brasil e China têm construído uma relação sólida e profícua tanto no campo diplomático quanto no econômico. Desde o estabelecimento de relações diplomáticas em 1974, os dois países têm fortalecido os laços, que tem se mostrado vantajosa para ambos, impulsionando suas economias e estreitando os laços diplomáticos.


Desde meados do século XX, o Brasil e a China têm construído uma parceria comercial sólida. Inicialmente, o comércio era baseado principalmente em produtos tradicionais, como commodities agrícolas e minerais. No entanto, ao longo dos anos, a diversificação da pauta exportadora brasileira e o crescimento do mercado consumidor chinês abriram espaço para novas oportunidades comerciais. Uma das principais características dessa relação é a complementaridade entre as economias dos dois países. O Brasil, com sua vasta extensão territorial, é rico em recursos naturais como petróleo, minério de ferro, soja, carne bovina, entre outros. Já a China, com sua ampla população e rápido crescimento econômico, demanda cada vez mais desses recursos para abastecer seu mercado interno e manter seu ritmo de desenvolvimento.


O crescimento comercial significativo nos últimos anos fez com que a  China se tornasse o principal parceiro comercial do Brasil, superando os Estados Unidos, por conta da diversificação da pauta de exportações, com o aumento das vendas de produtos manufaturados, como automóveis, máquinas, eletrodomésticos e eletrônicos. 


1980- Quando as relações comerciais entre os dois países começaram a se intensificar, o comércio bilateral tem apresentado um crescimento constante.


2000- As exportações brasileiras para a China eram relativamente pequenas, com destaque para a venda de produtos como carne, couro e grãos. No entanto, com o desenvolvimento econômico da China e sua crescente necessidade de recursos naturais, o comércio entre os dois países começou a ganhar força.


2009- As importações chinesas de commodities brasileiras começaram a crescer de forma expressiva o mercado chinês se mostrou extremamente atrativo para os produtos brasileiros

 

2019- O comércio entre os dois países atingiu a marca de mais de 100 bilhões de dólares, evidenciando a importância dessa relação para as economias brasileira e chinesa.


2023- Mantiveram intercâmbios estreitos de alto nível e aumentaram efetivamente a confiança política mútua. A partir de uma altura estratégica e de acordo com perspectivas de longo prazo, os líderes dos dois países abriram novos caminhos para o futuro da parceria estratégica abrangente entre a China e o Brasil.


2024- Marcará o 50º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre a China e o Brasil e representa uma oportunidade importante para os dois países elevarem suas relações bilaterais a um novo nível. 


Os dois países podem se esforçar-se ativamente para integrar a iniciativa “Cinturão e Rota” da China com os planos de “reindustrialização” e a nova versão do ” Plano de Crescimento Acelerado” do Brasil, impulsionando, desse modo, os respectivos processos de modernização.


As relações entre Brasil e China será uma continuação dos sucessos do passado e prometem um futuro alegre.



As comemorações do cinquentenário Brasil e China



Em comemoração ao meio século de relacionamento diplomático sino-brasileiro, a Embaixada chinesa e o Itamaraty apresentaram uma logomarca conjunta. A imagem destaca os números 5 e 0, nas cores das bandeiras dos dois países, entrelaçados para formar o símbolo do infinito, simbolizando a estreita conexão entre China e Brasil apesar da distância geográfica, conforme afirmado no comunicado conjunto com o Itamaraty.


Além da nova logomarca que será usada em todas as celebrações da embaixada da China deste ano, ocorreu no dia 10 a abertura do Brasil China Meeting, que é um evento que reúne autoridades chinesas e brasileiras para discutir a cooperação entre os dois países. Segundo o embaixador da China no Brasil, Zhu Qingqiao, o ponto chave do “primeiro evento econômico-comercial de uma série de celebrações bilaterais” foi a oportunidade de ampliar as trocas comerciais no ano em que se comemora o 50º aniversário do restabelecimento das conexões diplomáticas entre as duas nações.


Nos dias 18 e 19, o Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, visitou o Brasil com o objetivo de reforçar que China e Brasil trabalharão juntos pelos próximos “50 anos dourados” nos laços bilaterais. Foram abordados e acordados a compreensão e apoio mútuos em questões que envolvam os interesses centrais um do outro, o reforço da sinergia das estratégias de desenvolvimento, a decisão da cooperação sino-brasileira que vai “do espaço à soja”, o aumento do intercâmbio mais ativos de pessoas e a promoção de um mundo multipolar igual e com comunidades China-Brasil e China-América Latina com um futuro compartilhado. Vale ressaltar que o Brasil foi o único país a receber o Ministro dessa vez e que este é um gesto que evidencia a importância que a China dá à parceria e amizade com o Brasil.



Escrito por: 

Anna Clara Gonçalves Pereira

Maria Eduarda Maciel Lima



Referências: 


BRASÍLIA IN FOCO. China e Brasil celebrarão 50 anos de relações diplomáticas e de relações bilaterais estáveis e com grande potencial futuro. Brasília in Foco. Disponível em: <https://brasiliainfoco.com/china-e-brasil-celebrarao-50-anos-de-relacoes-diplomaticas-e-de-relacoes-bilaterais-estaveis-e-com-grande-potencial-futuro/>. Acesso em: 24 jan. 2024.

‌CHINA2BRAZIL, Relação entre Brasil e China: uma parceria estratégica em ascensão, Exame, disponível em: <https://exame.com/mundo/relacao-entre-brasil-e-china-uma-parceria-estrategica-em-ascensao/>. acesso em: 24 jan. 2024.

IBRACHINA. Brasil e China lançam marca da celebração dos 50 anos de relações diplomáticas. Disponível em: https://www.ibrachina.com.br/brasil-e-china-lancam-marca-da-celebracao-dos-50-anos-de-relacoes-diplomaticas/. Acesso em: 29 jan. 2024.

O GLOBO. Abertura do Brazil China Meeting marca cinquentenário do restabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países. Disponível em: https://oglobo.globo.com/economia/brazil-china-meeting/noticia/2024/01/10/abertura-do-brazil-china-meeting-marca-cinquentenario-do-restabelecimento-das-relacoes-diplomaticas-entre-os-dois-paises.ghtml. Acesso em: 29 jan. 2024




16 views0 comments

Comments


bottom of page