top of page

Relação Comercial entre Brasil e Israel



Israel e Brasil mantêm relações comerciais estreitas há décadas, com um comércio bilateral que abrange diversos setores da economia. As exportações brasileiras para Israel incluem principalmente produtos agrícolas, como frutas, café e carne bovina, além de máquinas, equipamentos e produtos industrializados. Por sua vez, Israel exporta para o Brasil produtos de alta tecnologia, especialmente no setor de tecnologia da informação e comunicação, produtos farmacêuticos e equipamentos médicos.


Ambos os países também têm colaborado em áreas como segurança cibernética e defesa, compartilhando conhecimento e experiências para enfrentar desafios comuns. Essa parceria comercial entre Israel e Brasil tem se fortalecido ao longo dos anos, resultando em um aumento significativo no volume de comércio bilateral. Ambos os países têm colaborado em diversas áreas, como tecnologia, agronegócio, segurança cibernética, energia e saúde. Além disso, há um grande potencial de crescimento nas relações comerciais, com oportunidades para expandir ainda mais a cooperação em setores estratégicos para ambas as nações. 





A queda, observada após agosto e acentuada ao final do ano, pode ser explicada pelos conflitos, tanto em Israel quanto na Ucrânia.“O que explica esse movimento é principalmente os conflitos, todos. Incluindo a participação direta de Israel na guerra contra o Hamas. Ou seja, o fato de Israel fazer parte do conflito, faz com que muitos dos produtos que antes eram consumidos, parem ou tenham uma redução considerável, já que a população está vivendo em uma sociedade mais perigosa do que se estivesse em clima de paz.” de acordo com o CEO da DigiComex, um sistema de comércio exterior, Alexandre Gera


 Então, é importante ressaltar que as relações comerciais entre Brasil e Israel podem, de fato, ser impactadas pelas declarações recentes do presidente brasileiro. As relações diplomáticas entre os dois países têm um forte impacto nos negócios e investimentos mútuos, e qualquer atrito nesse âmbito pode prejudicar as parcerias comerciais estabelecidas.


Por fim, sobre os desentendimentos diplomáticos, é possível que os interesses comerciais continuem a prevalecer e que as relações comerciais entre os dois países não sejam tão afetadas a longo prazo após as relações diplomáticas entre Israel e Brasil ficaram estremecidas após falas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no último domingo (18). Apesar do momento tenso, especialistas acreditam que os laços comerciais entre Brasil e Israel são robustos o suficiente para a prevalecer e que as relações comerciais entre os dois países não sejam tão afetadas a longo prazo.




Referências:


NAKAMURA, João. Entenda a relação comercial entre Brasil e Israel em 3 gráficos. CNN Brasil. Disponível em: <https://www.cnnbrasil.com.br/economia/macroeconomia/entenda-a-relacao-comercial-entre-brasil-e-israel-em-3-graficos/>.

MARTINI, Paula. Crise diplomática não deve afetar comércio entre Brasil e Israel. Valor Econômico. Disponível em: <https://valor.globo.com/brasil/noticia/2024/02/20/crise-diplomatica-nao-deve-afetar-comercio-entre-brasil-e-israel.ghtml>.



12 views0 comments

Comments


bottom of page